Butantan diz que CoronaVac é eficaz contra variantes do coronavírus

Os resultados preliminares de um estudo que está sendo conduzido pelo Instituto Butantan e pela Universidade de São Paulo (USP) mostram que a vacina CoronaVac é eficaz contra as três novas cepas do vírus que mais têm preocupado os cientistas: as variantes britânica, sul-africana e a brasileira.

O estudo incluiu amostras de 35 participantes vacinados na Fase 3 dos ensaios clínicos da CoronaVac. Os resultados completos ainda vão ser divulgados, mas o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, já afirma que a vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o próprio Butantan, é eficiente.

Entre as novas cepas que circulam no Brasil estão os subtipos P1 e P2 da variante brasileira. A que mais preocupa é o subtipo P1, ou variante de Manaus. Essa nova cepa reúne as mutações das variantes do Reino Unido e da África do Sul e, segundo estudo da Fiocruz, pode ser até duas vezes e meia mais contagiosa.

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu Bloqueador de anúncios e ajude nosso site a se manter vivo