Diretor de escola é preso com centenas de vídeos de pornografia infantil 

O diretor de uma escola da rede estadual de ensino da Vila Itapura, em Campinas (SP), foi preso nesta segunda-feira (18) por armazenar centenas de vídeos de pornografia infantil envolvendo bebês, crianças e adolescentes.

A prisão ocorreu dentro da unidade de ensino em que o suspeito trabalha. De acordo com a Polícia Civil, o homem de 50 anos é alvo de uma investigação que apura crimes de compartilhamento e armazenamento de cenas de sexo explícito envolvendo menores.

A defesa do suspeito informou que “só vai se manifestar depois de ter acesso a todas as informações do processo”.

Por meio de nota, a Secretaria da Educação do Estado disse que a Diretoria de Ensino Campinas Leste e o Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar (Conviva SP) estão à disposição da polícia para colaborar nas investigações. Em paralelo, uma apuração preliminar sobre a conduta está sendo realizada.

A Seduc informou ainda que repudia toda e qualquer forma de assédio dentro ou fora do ambiente escolar. Além disso, pontua que “o Conviva SP irá realizar ações de acolhimento aos estudantes, professores e equipe de gestão e, junto à Diretoria de Ensino e escola, está à disposição da comunidade escolar para esclarecimentos”.

Durante a manhã, agentes do 2º Distrito Policial foram até a unidade de ensino para cumprir um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Criminal de Campinas.

O celular do diretor foi apreendido e, em uma análise superficial, os policias e peritos encontraram os vídeos que eram recebidos e compartilhados por meio de aplicativos de mensagem.

O diretor foi preso em flagrante e as buscas prosseguiram na diretoria da escola, onde um computador e pen-drives foram apreendidos.

Outro computador e dispositivos de memória que estavam no apartamento do investigado também foram retirados pelos agentes.

Ainda segundo a polícia, o diretor foi preso e levado para a cadeia do 2º DP, onde ficou à disposição da Justiça.

g1

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo