Encenações da Paixão de Cristo reúnem público de 3 mil pessoas na Praça Central

As duas apresentações do espetáculo da Paixão de Cristo, encenadas na Sexta-Feira Santa, dia 29, e sábado, dia 30, levaram cerca de 3 mil pessoas à Praça Central de Capivari. O evento, organizado pela Prefeitura de Capivari, através da Secretaria de Relações Públicas, emocionou o público ao contar de forma teatral as principais passagens da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, marcando os festejos do “feriado santo”.

O maior público se deu na sexta-feira, quando a apresentação reuniu aproximadamente 2 mil pessoas, segundo levantamento da Guarda Civil de Capivari. Em ambos os dias, quem não pôde comparecer ao local, teve a oportunidade de acompanhar o espetáculo através de uma live organizada pela própria prefeitura.

“Quem por algum motivo não conseguiu ir até a Praça Central nestes dois dias, teve a opção de ver de casa a apresentação. E tivemos muitos acessos, que podia ser feito pelas redes sociais da prefeitura”, destacou Rafael Massouh, secretários de Relações Públicas da Prefeitura.

O prefeito Vitão Riccomini fez questão de destacar a qualidade da apresentação, que foi apresentada pela Companhia Espaço Núcleo, da cidade de Limeira, levando ao palco 35 atores, além equipe técnica e vários figurantes e coral.

“Capivari nunca tinha recebido uma encenação com tanta qualidade e grandiosidade para marcar essa tradicional encenação de Páscoa. O sucesso de público foi um reflexo que a população de Capivari se sentiu prestigiada”, ponderou o prefeito.

O elenco que encenou as duas apresentações também teceu elogios ao público local. “Estar a frente artisticamente desse fantástico projeto que foi ‘A Paixão de Cristo’ da cidade de Capivari é uma experiência única. Um momento de união da arte e toda comunidade que lotou a praça nos dois dias testemunhando a maior história de todos os tempos”, descreveu o diretor do espetáculo, Jonatas Noguel.

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo