Justiça determina que Americana reduza horário de funcionamento do comércio

A justiça determinou que a Prefeitura de Americana revogue a decisão de autorizar o funcionamento do comércio por 12h diárias, contrariando determinação do Governo do Estado que prevê limite máximo de 10h, conforme prevê a fase amarela do Plano São Paulo de prevenção ao novo coronavirus.

O juiz Marcos Cosme Porto deferiu liminar à ação impetrada pelo Ministério Público pedindo a derrubada da medida adotada pelo município.

Continua após a Publicidade

Na decisão, o magistrado assinala que não foram apresentadas pela Prefeitura as razões científicas que embasam a decisão municipal.

Ele estipulou multa de R$ 50 mil por dia de descumprimento, com limite de R$ 1 milhão.

Quando decidiu autorizar a abertura do comércio por 12h por dia, atendendo pedidos dos comerciantes, a Prefeitura informou que a medida era para evitar a concentração de pessoas com adoção de horário reduzido.

A Prefeitura informou estar tranquila com relação à sua deliberação e pretende, junto à justiça, indicar as razões que a levaram a tomar a medida.

Redação

Sobre o autor : Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal,não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo