Moradora de Rio Claro se queima ao fritar ovo e morre 10 dias depois

Uma mulher de 33 anos morreu nesta segunda-feira (26) após ficar 10 dias internada na Unidade de Tratamento de Queimaduras (UTQ) da Santa Casa de Misericórdia de Limeira, no interior de SP. Elisângela Oliveira de Jesus, que é de Rio Claro (SP), sofreu graves queimaduras enquanto fritava um ovo.

O acidente aconteceu no dia 16 de fevereiro. Elisângela colocou uma frigideira com óleo para esquentar no fogão e quebrou um ovo em um copo para ver se o alimento não estava estragado.

O copo tinha água, e ela não percebeu.

Ao despejar o ovo com a água na frigideira com óleo, as chamas subiram e atingiram parte do rosto dela, a camiseta e o sutiã de amamentação que ela usava. Elisângela tinha uma filha de um ano.

G1

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo