Plano SP é atualizado e quarentena é estendida até o dia 10 de agosto

Nesta sexta-feira (24), o Governador do Estado de São Paulo, João Dória atualizou o Plano SP e prorrogou a quarentena até o dia 10 de agosto.   

Continua após a Publicidade

FASE VERMELHA   

Alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais. Fase que a região de Piracicaba está (Capivari faz parte dessa região).    

Das 17 áreas de DRSs (Departamentos Regionais de Saúde) estabelecidas no Plano São Paulo, apenas três permanecem na etapa vermelha, com restrição total ao atendimento presencial de comércios e serviços não essenciais. A ocupação de leitos de terapia intensiva para pacientes COVID-19 nas regiões de Franca (82,5%), Piracicaba (84,8%) e Ribeirão Preto (91,4%) é considerada preocupante e exige a continuidade das restrições.    

Região de Piracicaba   

Na última sexta-feira (17), ficou decidido pelo Governador do Estado de São Paulo que a partir da última segunda-feira (20), a região de Piracicaba regrediria para a fase vermelha, dessa forma, os comércios e atividades não essenciais tiveram que fechar suas portas.  A região de Piracicaba, a qual o município de Capivari faz parte, permanece na fase vermelha até a próxima reclassificação do Governo do Estado, que será realizada na próxima sexta-feira, dia 31.  

A avaliação do Governo do Estado é baseada não somente nos dados do município, mas sim da região a qual faz parte, ou seja, a de Piracicaba neste caso.  

FASE LARANJA   

Controle, possibilidade de aberturas com restrições, permite funcionamento com 20% da capacidade de público. A abertura é restrita a quatro horas diárias, todos os dias, ou seis horas durante quatro dias e fechamento por três.  

Atualmente, essa etapa abrange as regiões de Araçatuba, Barretos, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e a sub-região Norte da Grande São Paulo.  

FASE AMARELA  

Os municípios podem adotar rígidos protocolos sanitários para reabrir bares, restaurantes, salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente diário de até seis horas. A permanência por 28 dias seguidos nesta etapa também permite a reabertura, com limitações, de espaços culturais como museus, bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos.  

Essa fase abrange as regiões de Araraquara, Baixada Santista e Registro, além da capital e sub-regiões Leste, Oeste, Sul e Sudeste da Grande São Paulo.  

Nenhuma região do Estado de São de Paulo se encontra na fase verde ou azul. 

Redação

Sobre o autor : Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal,não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo