Região de Piracicaba regride para a fase vermelha do Plano SP a partir de sábado; veja o que muda

A região de Piracicaba (SP) regrediu para a fase vermelha do Plano São Paulo. O Governo do de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (3) que todos os municípios do estado ficarão na fase mais restritiva a partir de sábado (6).

A medida entra em vigor na primeira hora do próximo sábado e deve permanecer até o dia 19 de março. Também foi antecipado para as 20h início do chamado “toque de restrição”. Anunciada no final de fevereiro como complementar ao Plano SP, a medida limita a circulação de pessoas nas ruas das 23h às 5h.

O Departamento Regional de Saúde (DRS) de Piracicaba avançou para a fase amarela na atualização da última sexta-feira (26). Essa fase começou a valer na segunda-feira (1º), mas ainda assim a região regride para a vermelha no sábado.

A mudança na classificação do estado ocorre para tentar conter o avanço da pandemia no país, após São Paulo bater recorde de mortos por Covid-19 e internados com a doença.

De acordo com o Governo do Estado, as escolas da rede pública estadual, municipal e particulares podem continuar abertas e atendendo alunos. A presença dos estudantes não é obrigatória.

O que muda

  • A partir de sábado, apenas serviços essenciais poderão funcionar em todo o estado. Medida ficará em vigor por duas semanas;
  • No período das 20h às 5h, recomendação é para que pessoas evitem circular nas ruas.

Serviços que podem funcionar na fase vermelha:

  • Farmácias
  • Mercados
  • Padarias
  • Açougues
  • Postos de combustíveis
  • Lavanderias
  • Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
  • Transportadoras, oficinas de veículos
  • Atividades religiosas
  • Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.
  • Bancos
  • Pet shops

Demais atividades não estão permitidas nesta fase.

DRS Piracicaba

As prefeituras das 26 cidades do DRS de Piracicaba devem seguir as regras da fase vermelha. São elas:

  1. Águas de São Pedro
  2. Analândia
  3. Araras
  4. Capivari
  5. Charqueada
  6. Conchal
  7. Cordeirópolis
  8. Corumbataí
  9. Elias Fausto
  10. Engenheiro Coelho
  11. Ipeúna
  12. Iracemápolis
  13. Itirapina
  14. Leme
  15. Limeira
  16. Mombuca
  17. Piracicaba
  18. Pirassununga
  19. Rafard
  20. Rio Claro
  21. Rio das Pedras
  22. Saltinho
  23. Santa Cruz da Conceição
  24. Santa Gertrudes
  25. Santa Maria da Serra
  26. São Pedro

Cosmópolis (SP), Nova Odessa (SP) e Santa Bárbara d’Oeste (SP) fazem parte do DRS de Campinas, a região também regrediu para a fase vermelha, portanto essas cidades também se enquadram na medida.

Fases do Plano São Paulo

O Plano São Paulo criou cinco fases de reabertura a partir de critérios como a taxa de ocupação de leitos UTI para Covid-19, quantidade de leitos UTI para pacientes com a doença por cada 100 mil habitantes e os números de casos e mortes.

A classificação das regiões do estado por cores serve para indicar aos prefeitos destas áreas quais as atividades que podem ser autorizadas.

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais.
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições.
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores.
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3.
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene.

Do G1

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu Bloqueador de anúncios e ajude nosso site a se manter vivo