Vereador José Eduardo Pacheco critica Rodrigo Proença por falta de gestão

A reprovação das contas da Prefeitura de Capivari referentes ao exercício de 2016 voltou a ser assunto na 15ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Capivari. Em tribuna, o vereador José Eduardo de Campos Pacheco (PL) rebateu as críticas feitas pelo ex-prefeito Rodrigo Abdala Proença (PSDB) em uma entrevista na rádio, em que questionou o trabalho das Comissões de Justiça e Redação e de Finanças e Orçamento na análise do parecer do Tribunal de Contas.

Continua após a Publicidade

Pacheco, que é presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, afirmou que todos os membros das comissões tiveram empenho e dedicação na análise dos documentos e disse que o verdadeiro problema foi a falta de gestão do ex-prefeito. “Foi falado na semana passada sobre o recesso econômico. Não vejo a crise como empecilho, e sim como aprendizado. É no período de crise que somos obrigados a nos reinventar”, comentou.

Para o vereador, faltou investir em qualificação profissional para atrair novas empresas para o município e, assim, aumentar a arrecadação pública. Pacheco também falou sobre a opção do ex-prefeito em investir em obras no estádio Carlos Colnaghi, ao invés de investir em outras áreas. “Por que não trazer novas empresas e construir um estádio?”, questionou. “Vamos investir no Asas [Associação de Serviço e Assistência Social], que está parado precisando de subvenção para retomar os cursos profissionalizantes.”

O vereador ainda criticou a administração passada por deixar “abandonados” o ginásio Ronaldão e o estádio Fernando de Marco, quando, na opinião do parlamentar, os R$5 milhões investidos no estádio Carlos Colnaghi poderiam ter sido divididos entre os demais espaços esportivos, para também serem usados como pontos de formação de atletas. Por fim, falou sobre o alto número de servidores comissionados da época e fez uma comparação com o setor privado, cuja primeira ação, em momento de crise, é diminuir a folha de pagamento. “Se a gente pensar no ‘nós’ ao invés do ‘eu’, é muito mais fácil de acertar”, declarou Pacheco, ao mencionar que a prioridade é cuidar do coletivo.

Santa Casa

Pacheco parabenizou todos os funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Capivari, em especial os diretores Ademar Kerche e Valter Albuquerque: “Estão prestando um excelente trabalho, não apenas nos atendimentos, mas na gestão. Fazia tempo que a Santa Casa não tinha uma administração coerente nas decisões”.

Redação

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do SeuJornal, não significa que foi escrita por um deles, na maioria dos casos, foi apenas editada.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu Bloqueador de anúncios e ajude nosso site a se manter vivo